Programação cultural

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

As atividades serão no Palco da Terra (em frente à escadaria do Prédio Histórico da UFPR) e no Chão de Estrelas (em meio à Feira Agroecológica).


:: 6 de junho, quarta-feira ::

16h – Filhos da Mãe Terra, apresentação musical das crianças integrantes do projetos da Abai – Fundação Vida para Todos.
Local: Palco da Terra

18h – Espetáculo “Aconteceu no Brasil, enquanto o ônibus não vem”, com o Arte da Comédia.
Local: Chão de Estrelas

19h – Fandango Caiçara, bailado e batido, com o grupo Mandiquera da Ilha de Valadares.
Local: Palco da Terra


:: 7 de junho, quinta-feira ::

10h – Nação Guarani, grupo de rap composto por indígenas guarani.
Local: Palco da Terra

12h – Brigada de AgitProp (Agitação e Propaganda) do Coletivo de Juventude do MST.
Local: Chão de Estrelas

13h – Cantadeiras, mulheres do MST com repertório de músicas latino-americana e popular brasileira; e intervenção do Coletivo LGBT do MST
Local: Palco da Terra

15h – Teatro de Mamulengo, o teatro de bonecos popular no Brasil.
Local: Chão de Estrelas

16h – Baquetá, com o espetáculo Baquetinhá, musical totalmente interativo. Com jogos de mãos, teatro de bonecos e percussão corporal, o público é convidado a participar durante toda a apresentação.
Local: Palco da Terra

18h – Parabolé, com o espetáculo Le Pifolé, sobre a paixão do menino Lê por seu instrumento feito à mão, o pífano. Parlendas e diálogos rimados anunciam a entrada de personagens populares que dançam interagindo com o público.
Local:  Chão de Estrelas

19h – Forró de Rabeca, temas autorais, instrumentais e canções com texturas urbanas e recursos tecnológicos.
Local: Palco da Terra

20h30 – Ana Canãs, cantora e compositora de São Paulo.
Local: Palco da Terra


:: 8 de junho, sexta-feira ::

10h – Mãe Terra, apresentação musical de integrantes do projetos da Abai – Fundação Vida para Todos.
Local: Palco da Terra

12h – Trupe dos Encantados, de artistas do MST.
Local:  Chão de Estrelas

13h – Orquestra Latino Americana da Unespar, formada por alunos, professores, egressos e músicos da comunidade, interessados em conhecer, praticar e divulgar canções da América do Sul, da América Central e do Caribe.
Local: Palco da Terra

15h – Teatro Lambe-Lambe, formado por um palco em miniatura confinado em uma caixa preta de dimensões reduzidas, com apresentações para um espectador por vez. Vão se apresentar:
Caixa “Emiliano”, da Tato Criação Cênica;
Caixa “Na Varanda”, da Trágica Cia de Arte;
Caixa “Quarto de Bebê”, da Trágica Cia de Arte;
Caixa “Muquifo”, da Carol Scabora;
Caixa “A bailarina e o palhaço”, da Cia Lumare;
Caixa “Quintal que tal”, da Tato Criação Cênica.
Local: Chão de Estrelas

16h – Coletivo Dunyaben, dança e percussão tradicional da cultura do oeste africano e fusão entre toques tradicionais e elementos da world music contemporânea.
Local: Palco da Terra

18h – Estudo de Cena apresenta “A Farsa: ensaio sobre a verdade”, narra a trajetória do grupo em sua pesquisa sobre o Massacre de Eldorado dos Carajás.
Local:  Chão de Estrelas

19h – Alohabana, grupo de música “guajira” latino-americana (son montuno, guaracha, rumbas,son cubano, tumbao, boleros e cha-cha-chas) formado em Curitiba/PR.
Local: Palco da Terra

 

:: 9 de junho, sábado :: 

12h30 – Roseane Santos, cantora reconhecida pelos trabalhos com samba e música brasileira, vai interpretar Clementina de Jesus.

14h – Viola Quebrada, grupo curitibano inspirado na riqueza da música caipira e da vida no campo.

15h30 – Mulamba, banda curitibana que vão do rock à música erudita, com vocais femininos de peso e som com instrumentos de cordas e percussão.

17h – Show com Otto, cantor, compositor e percussionista pernambucano.

18h – Escola de Samba Paraíso do Tuiuti,do Rio de Janeiro, aclamada pelo povo brasileiro como Campeã do carnaval carioca por ter levado para a avenida o ‘grito de liberdade’, falando da escravidão, ‘guerreiros da CLT’, tratando da reforma trabalhistas, e ‘presidente vampiro’, em referência ao golpista Michel Temer.

Local: Todos os shows serão no Palco da Terra