Novidades

Seminário Internacional discute a luta contra os agrotóxicos

O evento tem como principal objetivo promover o diálogo entre as inúmeras iniciativas de enfrentamento aos agrotóxicos

Da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida
Fotos: Iris Pacheco

De 24 a 26 de outubro, a Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), em Guararema (SP), recebe o Seminário Diálogos Internacionais sobre a luta contra os agrotóxicos.

Organizado pela “Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida”, o evento tem como principal objetivo promover o diálogo entre as inúmeras iniciativas de enfrentamento aos agrotóxicos em vários locais do mundo, fortalecendo as mobilizações conjuntas acerca de legislações, políticas públicas, ações diretas e iniciativas populares, articulando-as com lutas de populações urbanas em defesa da alimentação saudável.

Na mesa de abertura foi discutida a “Atualidade do Modelo agrícola e a realidade dos Agrotóxicos” no mundo, contando com a presença do vice reitor da Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS), Antônio Andrioli, Elvira Carvajal da Associação de Trabalhadores Agrícolas da Florida (FWAF / Via Campesina Região América do Norte – EUA) e Kathia Ivonne Ramirez do Comite de Apoyo a los Trabajadores Agrícolas (CATA), New Jersey.

gricultura dependente

DSC09069.JPG
Mesa de abertura do Seminário.

João Pedro Stedile, da coordenação nacional do MST/Via Campesina, também integrou a mesa e comentou que o plano de desenvolvimento da agricultura sempre foi dependente do capital e que as corporações transnacionais ao se apropriarem dos bens da natureza controlam os alimentos e promovem uma padronização da mercadoria.

“Os inimigos principais agora são os bancos e as corporações transnacionais, aliados à mídia burguesa”, ressaltou ao falar da ofensiva do capital sobre os territórios.

Nesse sentido, o Seminário também visa promover o debate junto a sociedade civil sobre o uso de agrotóxicos e transgênicos como parte integrante do complexo agroalimentar controlado pelas corporações do agronegócio e disseminada através de “campanhas de marketing e pesquisas compradas”, destaca a coordenação do evento.

Na noite de abertura, houve a apresentação do Dossiê Brasileiro sobre Impactos dos Agrotóxicos, que agora também tem uma versão online em espanhol.

Pular para a barra de ferramentas