Túnel do Tempo sobre a Guerra do Contestado encanta visitantes

Foto: Danielson Postinguer

Por Priscila Ernst

Encantamento. Esta foi a demonstração visível no olhar dos visitantes do projeto Túnel do Tempo, atividade que faz parte da programação da 14° Jornada de Agroecologia. Montado em um barracão no Parque Aquático de Irati, o projeto recebeu a visita de muitas pessoas.

O Túnel surgiu após meses de articulações, trabalho e foi incluído nas atividades da Jornada ainda no ano passado. Esse ano, o tema escolhido para apresentação no evento foi os “100 anos da Guerra do Contestado”, pois a Jornada deste ano ocorre na região onde aconteceu a Guerra (1912 a 1916).

O projeto começou a ser construído na segunda-feira (20), pelas equipes da Escola Latino Americana de Agroecologia (ELAA) do Assentamento Contestado na Lapa/PR e do Colégio Estadual Francisco Neves Filho de São João do Triunfo/PR, e tem quatro fases de explicações e composições de cenários históricos.

Também existem mais dois espaços com exposição de fotografias e exibição de vídeos sobre o tema escolhido. Os estudantes e professores envolvidos trabalharam na organização de todo o projeto, que foi desde a pesquisa até a montagem dos materiais.

Danielson Postinguer (7)_eHistórico

A iniciativa do projeto Túnel do Tempo surgiu em 2002, após a visita de alunos e professores de São João do Triunfo na 1a Jornada de Agroecologia em Ponta Grossa – PR. Na jornada, havia um espaço com cenários que representavam as lutas da agricultura familiar e camponesa.

A diretora naquela gestão, Sivone Ernst, conta que achou o trabalho interessante e voltou com uma ideia na cabeça. Fazer algo parecido, contando a história do município e sua ligação com a agricultura. A partir daí o projeto cresceu. Foi pensado, discutido e colocado em prática de maneira que alunos e professores fizessem parte de todo o processo de construção.

“O que aconteceu foi que não tivemos somente o empenho e dedicação da comunidade escolar, mas de grande parte da sociedade civil. Com o feliz resultado, fizemos dois projetos no mesmo ano”, explica Sivone.

Como funciona

Foto: Danielson Postinguer

Foto: Danielson Postinguer

O projeto funciona como um labirinto, onde os visitantes passam e encontram a cada fase, um cenário característico do período histórico que é explicado pelos estudantes. O Túnel do Tempo já foi apresentado também em Cascavel, Francisco Beltrão e Londrina, participando de outras Jornadas de Agroecologia.

No final do ano passado, após convite dos organizadores da 14° Jornada de Agroecologia, iniciou-se uma parceria entre o Colégio Francisco Neves Filho de São João do Triunfo e a Escola Latino Americana de Agroecologia da Lapa. Os acadêmicos do curso de Agroecologia da Lapa realizaram pesquisas e elaboraram parte dos cenários e os estudantes de São João do Triunfo ajudaram na montagem de todo o labirinto.

Bruna Kokoginski Teixeira, 15 anos, estudante de magistério e moradora da área rural de São João do Triunfo conta que o Túnel do Tempo representa união, aprendizado e trocas culturais. “Após a nossa participação na Jornada, voltamos com a mente aberta, enxergando mais nossa realidade e podendo repassar estas ideias para mais jovens”, conta.

No projeto as disciplinas escolares são trabalhadas de forma transversal, e após o processo de pesquisa, discussão e materialização do conteúdo com os cenários, o aprendizado chega de maneira natural.