Empresa de aviação agrícola é autuada por aplicação irregular de agrotóxicos

No último final de semana Policiais Militares Ambientais de Dourados (MS) autuaram uma empresa de aviação agrícola localizada no município de Jateí após denúncias realizadas por moradores da Gleba Nova Esperança.

Segundo os moradores algumas pessoas passaram mal depois de aplicação de agrotóxicos pela empresa com usos de aviões em um canavial de uma usina sucroalcooleira de Ivinhema (MS) no dia 14 deste mês.

Náuseas, vômitos e irritação na garganta foram alguns dos sintomas registrados pelos moradores, após o lançamento de resíduos de agrotóxicos terem sido lançados pelos aviões da empresa.

Os responsáveis pela empresa responderão por crime ambiental, previsto pelo artigo 56 da Lei 9.605/1998 de: produzir, processar, embalar, importar, exportar, comercializar, fornecer, transportar, armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos. Se condenado, poderá pegar pena de um a quatro anos de reclusão.

Fonte: Notícias da Pecuária